Home   Notícias e Eventos

30/06/2019

Aprovado: Daep conquista meio milhão de reais para projeto de economia de água

Aprovado: Daep conquista meio milhão de reais para projeto de economia de água

Recursos do Fehidro foram liberados em assembleia co Comitê da Bacia do Baixo Tietê

Em assembleia realizada no dia 18, o Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis) teve projeto aprovado para investimentos de cerca de R$ 479,7 mil. A aprovação foi feita pelo CBH-BT (Comitê da Bacia Hidrográfica do Baixo Tietê) em reunião realizada em Birigui.
Os recursos são provenientes do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos) e serão investidos na implantação do projeto de setorização e zonas de pressão no sistema de distribuição de água. O projeto tem valor total de R$ 479.792,19, com R$ 455.779,50 de recursos do Fehidro e o restante de contrapartida da Prefeitura.
Segundo o presidente do Daep, Edson Bilche Girotto, o projeto visa executar ações para reduzir perdas de água no sistema de abastecimento da cidade, conforme proposto no Plano Diretor de Combate às Perdas de Água. “O projeto prevê a subdivisão da rede de distribuição de água da cidade em 13 setores de abastecimento para implantação física da setorização em zonas de pressão”, explicou.
“Com essa subdivisão, conseguimos implementar melhorias no sistema de abastecimento de água e contribuir com o uso racional de água. Não há como agir se não detectarmos as causas das perdas físicas de água. Este projeto atua exatamente para detectar as perdas e permitir que ações e reparos sejam feitos pontualmente”, enfatizou o presidente.
O prefeito Célio de Oliveira ressaltou a importância da aprovação dos investimentos para a melhoria do saneamento básico do município. “Nos últimos anos, temos conseguido a aprovação de projetos junto ao Comitê para investimentos e melhorias na distribuição de água e drenagem urbana”, afirmou. “Desta vez, conseguimos a aprovação deste projeto para reduzir as perdas de água e reduzir o desperdício. Hoje Penápolis tem um índice de 27% em perdas de água, valor considerado bom quando comparado a outros municípios que apresentam perdas de mais de 50%. Mesmo assim, o nosso objetivo é reduzir ainda mais este desperdício de água”, acrescentou o prefeito.
O projeto contempla intervenções nas redes hidráulicas que constituem em diversas ações de delimitação dos setores. Para isso, será necessário realizar serviços de abertura de vala, serviços hidráulicos com instalação de registros de manobra e macromedidores, intervenções para estanqueidade de cada setor e serviço de recapeamento com massa asfáltica.
Os recursos serão destinados para a contratação de empresa especializada que realizará o fornecimento completo dos materiais e suas instalações, incluindo os acessórios e ferramentas para montagem e manuseio. O prazo previsto é de nove meses para execução integral dos serviços. Os trabalhos serão acompanhados pelo setor de engenharia do Daep.

Secom – PMP

« Voltar ao índice de notícias
Veja também: