Home   Notícias e Eventos

09/10/2019

Carroceria é engolida por asfalto e deixa bairros sem água

Carroceria é engolida por asfalto e deixa bairros sem água

Um caminhão guincho precisou ser chamado para remover a carreta que afundou no asfalto

DA REPORTAGEM

Um enorme buraco que se formou no asfalto na rua Brasil, vila Gardin, deixou parte da população daquela região sem água nesta terça-feira (08), em Penápolis. A carroceria de um caminhão carregado com cerca de 28 toneladas de sucata foi quase “engolida” pelo asfalto que não aguentou o peso e cedeu durante a manhã de ontem. Ninguém se feriu.
Segundo o que foi apurado, o dono da carroceria que mora em frente ao local onde ocorreu o acidente, teria deixado a carroceria do caminhão no local sustentada apenas por um tripé.
Entretanto, o tripé não suportou o peso da carga e se partiu fazendo que a carroceria atingisse o solo. O asfalto também não suportou o peso, acabou cedendo e engolindo parte da carreta. Um guincho foi acionado ao local para a retirada da carreta, trabalho difícil que durou quase toda a manhã. 

Água
Em nota, o Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis, o Daep, informou que o acidente ocasionou o rompimento da tubulação de água no meio fio do local. Somente depois que o guindaste retirou a carroceria, que o Daep conseguiu realizar os reparos da tubulação. 
“Por conta disso, houve interrupção no abastecimento em todo o quadrilátero abastecido pela referida rede (desde a rua Augusto Pereira de Moraes até a rua Tiradentes, e da avenida Olsen até a avenida Ivanoé de Cunto”, informou a nota.
A previsão do Daep era que a manutenção fosse concluída e o abastecimento de água retomado até o fim da tarde de ontem.

(Rafael Machi)

« Voltar ao índice de notícias
Veja também: