Home   Notícias e Eventos

20/10/2019

Cidade ganha hoje o seu sétimo ecoponto para descarte de resíduos

Cidade ganha hoje o seu sétimo ecoponto para descarte de resíduos

O Ecoponto é destinado ao descarte de pequenos volumes de entulho de construção, galhos de árvores e restos de podas de plantas

Depois da comunidade reivindicar o benefício, o bairro Sílvia Covas recebe oficialmente neste domingo (20) o mais novo ecoponto da cidade. A instalação deste dispositivo representa mais um passo sustentável do poder público, oferecendo aos moradores daquela região uma opção a mais de descarte correto de resíduos sólidos. A cerimônia de inauguração será a partir das 09h30, na rua Thomaz Henrique Beneduzzi Paiva nº 29, no bairro Sílvia Covas. Todos estão convidados. 
A inauguração terá diversas atrações para o público presente, especialmente as crianças. No local haverá cama elástica, distribuição de pipoca e algodão doce gratuitamente. 
A Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude levará jogos e brincadeiras para a garotada, como basquete, vôlei, futebol de golzinho, dominó gigante, entre outras atividades recreativas.
Para efetivação do sétimo ecoponto da cidade, o Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis) investiu R$ 113.602,51, com recursos próprios. Os serviços foram executados pela Construtora Construcerto Eirelli, vencedora do processo licitatório, com fornecimento de material e mão de obra.
O espaço é destinado ao descarte de pequenos volumes de entulho de construção, galhos de árvores e outros restos de podas de plantas, além de materiais que não são recicláveis e nem se encaixam no lixo doméstico. Todos os Ecopontos da cidade têm estrutura dotada de caçambas, depósito e guarita para vigilância.
Além do bairro Sílvia Covas, o novo ecoponto também atende os moradores dos bairros Gualter Monteiro, Osvaldo Vizoni e Jardim Esplanada. Assim como os demais, o ecoponto do Sílvia Covas funciona das 07h às 12h e das 13h às 19h, todos os dias da semana, inclusive domingos e feriados. 

Multa
Vale ressaltar que o descarte inadequado do lixo é prejudicial à população e ao meio ambiente e está sujeito à multa. Quando ocorrem chuvas, os resíduos descartados incorretamente chegam aos rios e córregos, entopem bueiros e deixam a cidade com aparência suja e de abandono. 
“Além disso, os materiais podem acumular água e se tornar criadouros do mosquito Aedes aegypti. É importante que a população utilize os ecopontos e contribua com a limpeza do meio ambiente”, destacou o presidente do Daep, Edson Bilche Giroto, o Batata.
“Nossa cidade oferece coleta de lixo domiciliar, coleta seletiva, coleta de resíduos de serviços de saúde e de animais mortos. Por essa razão, o departamento pede que a população respeite o meio ambiente e colabore com a limpeza urbana”, concluiu ele.
A Lei nº 2.211 e o Decreto nº 5.890 disciplinam as infrações para quem desrespeita o Plano Municipal de Gestão de Resíduos Sólidos. A população deve ficar atenta, pois está sujeita a multa no caso de descarte de resíduos sólidos em locais não autorizados, como áreas verdes, praças e terrenos. Quem lançar lixo em córregos, rios, poços e galerias, da mesma forma, está sujeito a penalidades.

Secom – PMP

« Voltar ao índice de notícias
Veja também: