Home   Notícias e Eventos

21/08/2019

Consórcio Ribeirão Lajeado recebe mais de R$ 1 milhão para projetos

Consórcio Ribeirão Lajeado recebe mais de R$ 1 milhão para projetos

O trabalho do Consórcio é focado na prevenção e na preservação do Ribeirão Lajeado

O CIRL (Consórcio Intermunicipal Ribeirão Lajeado) conquistou recursos de mais de R$1,17 milhão em órgãos governamentais para investimentos na preservação do Ribeirão Lajeado, único manancial de abastecimento de Penápolis. Os recursos serão aplicados em três projetos que incluem preservação da mata ciliar, melhoria de estradas rurais e monitoramento pluviométrico e fluviométrico.
Um dos projetos, o Produtor de Água da Bacia Hidrográfica do Ribeirão Lajeado receberá recursos de R$ 695.986,84. O recurso foi conseguido por meio de seleção da Chamada Pública 01/2017 da Agência Nacional de Águas na qual o projeto apresentado pelo CIRL ficou em 6º lugar. O valor será destinado para implementar serviços ambientais na bacia hidrográfica do Ribeirão Lajeado. 
Outro projeto aprovado na Câmara Técnica de Planejamento do Comitê da Bacia Hidrográfica do Baixo Tietê prevê um investimento de R$ 202.714,97 na adequação da estrada rural PNP 005/02. O objetivo é controlar e prevenir processos erosivos e assoreamento das nascentes do córrego Ribeirão Lajeado. 
A próxima etapa será a aprovação do projeto em assembleia geral do Comitê e encaminhamento para o agente técnico. Neste projeto, está prevista a recuperação de 1.650 metros de estradas rurais com obras de sistema de drenagem de águas pluviais, terraços embutidos integrados a lombadas para controle de barrancos e sulcos erosivos. 

Monitoramento
O Consórcio ainda receberá recursos para a implantação de uma estação de monitoramento hidrometereológico com um sistema que fornecerá dados hidrológicos via internet. Serão cerca de R$276 mil de recursos do Fehidro (Fundo Estadual de Recursos Hídricos), liberados através do Comitê da Bacia Hidrográfica do Baixo Tietê.
A estação será interligada na rede de monitoramento do DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), por meio de um convênio entre o CIRL e o departamento. Desta forma, os dados metereológicos serão integrados com a rede do Estado de São Paulo.
Este projeto permitirá o monitoramento pluviométrico (de chuvas) e fluviométrico (de vazão dos rios). Os dados são fundamentais para o acompanhamento das mudanças climáticas e para o cruzamento das informações da bacia hidrográfica. Com informações concretas e históricas, o planejamento da gestão hídrica e a tomada de decisões preventivas serão executados da melhor forma possível.
A estação será instalada no bairro Saltinho do Galinari, na propriedade do produtor Vlademir Ribeiro que cedeu a área para a instalação dos equipamentos. Para o coordenador do CIRL, José Raphael Caputo, o projeto é uma inovação para os serviços do consórcio.
“Além de gerar informações climáticas, a interpretação dos dados e fenômenos climáticos poderá ser utilizado para cálculos de irrigação de cultivos agrícolas , saúde da comunidade rural bem como estatísticas de catástrofes naturais”, destacou o coordenador. 

Secom – PMP

« Voltar ao índice de notícias
Veja também: