Home   Notícias e Eventos

26/04/2019

Daep realiza oficinas participativas para revisão do plano de saneamento

Daep realiza oficinas participativas para revisão do plano de saneamento

Para a revisão do plano, a participação da comunidade é fundamental para definir ações para o futuro do saneamento

Duas oficinas discutiram o futuro do saneamento básico em Penápolis na última quinta-feira (25). A iniciativa faz parte da revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico e permitiu que a comunidade em geral pudesse opinar ações de melhoria no setor, que inclui quatro eixos: água, esgoto, resíduos sólidos e drenagem urbana. As oficinas foram realizadas na Câmara Municipal.
O evento foi organizado pelo Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis) e Prefeitura. Durante a oficina, foi apresentado o diagnóstico técnico da atual situação do saneamento da cidade. A empresa contratada por meio de processo licitatório, N/S Engenharia Sanitária e Ambiental S/S Ltda ME, coordenou os trabalhos. 
Esta etapa da revisão conta com o enfoque técnico, feito por profissionais da área de saneamento da empresa, e com o enfoque participativo com levantamentos sociais através da participação da comunidade. O presidente do Daep, Edson Bilche Girotto, o Batata, destacou que haverá mais uma rodada de oficinas para validar as ações que farão parte do Plano de Saneamento.
“Enfatizamos mais uma vez a importância da participação da comunidade nas oficinas. Embora ainda não seja um hábito o exercício da cidadania, a população precisa participar dos eventos e opinar sobre o que precisa ser melhorado. Os moradores são a maior fonte de informações, pois são eles que utilizam os serviços de saneamento diretamente”, afirmou Batata.
“É fundamental a participação de todos os segmentos sociais para que a direção do Daep possa nortear suas ações para as reais necessidades dos usuários dos serviços de saneamento. Queremos ouvir da população o que precisa ser melhorado e estas oficinas têm essa finalidade”, acrescentou. 

Próximas etapas
A próxima etapa é a elaboração de propostas de intervenções com base na análise de diferentes cenários e estabelecimento de prioridades nos quatro eixos do saneamento. Serão definidos objetivos e metas de curto, médio e longo prazo para os próximos 20 anos. 
Também serão definidos programas, ações e projetos necessários para atingir os objetivos e metas estabelecidos, além da programação física, financeira e institucional da implantação das intervenções definidas. 
O Plano também deve estar alinhado e integrado com a legislação municipal, demais planos e políticas públicas.

Secom – PMP

« Voltar ao índice de notícias
Veja também: