Home   Notícias e Eventos

24/04/2018

Estudantes aprendem técnicas de preservação do solo

Estudantes aprendem técnicas de preservação do solo

Estudantes puderam aprender mais sobre as diversas técnicas de proteção e cuidado com o solo

A programação comemorativa ao Dia da Conservação do Solo, promovida em Penápolis pelo Daep (Departamento de Água e Esgoto), foi desenvolvida de 10 a 19 de abril com muitas atividades educativas. Para marcar a data, celebrada em 15 de abril, foi desenvolvido um “Circuito Sobre o Solo”. Por meio desta iniciativa, estudantes da cidade puderam aprender mais sobre as diversas técnicas de proteção e cuidado com o solo.
O projeto contou com a participação da Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Profª Joana Helena de Castilho Marques. Alunos do 5° ano, da professora Elaine Vales, tiveram uma capacitação nas dependências da Etec – Escola Técnica Agrícola João Jorge Geraissate no último dia 19, onde aprenderam a desenvolver as técnicas de compostagem para horta orgânica.
Foram ensinados quais os materiais mais adequados para a compostagem, como por exemplo cascas, verduras, folhas, galhos, esterco, entre outros. Também foi falado durante a capacitação a respeito do tempo de decomposição, que pode variar de 3 a 5 meses.
As crianças também tiveram oportunidade de conhecer a horta produzida pelos alunos da Etec, observando de perto como é feito o controle das pragas, já que não são utilizados agrotóxicos.
Através das atividades os estudantes tiveram condições de compreender a importância de se aproveitar ao máximo os resíduos antes de serem descartados. 

Visita Rural
No dia 10 de abril, os estudantes já haviam feito uma visita a uma propriedade rural do Bairro Araponga. No local o conhecimento prático ficou por conta da observação da mata ciliar, cuja importância é fundamental para a manutenção de rios e córregos, evitando erosões e assoreamento.
As crianças também tiveram uma aula explicando ainda sobre o valor das árvores para o fornecimento da sombra, alimento e abrigo para os animais que habitam na mata. 
Outro aspecto observado pelos estudantes foi a construção de curvas de nível, assim como conheceram uma cachoeira.
Um outra visita de campo, que fez parte da programação, ocorreu no último dia 12, no Sítio Panorama. Lá os alunos conheceram as técnicas da Agrofloresta, onde no mesmo canteiro há a mistura de espécies de hortaliças e raízes.
O Circuito foi finalizado com o preparo da uma horta orgânica no Centro de Educação Ambiental do Daep. Os parceiros, proprietários do Sítio Panorama, Mariana e João Covolan Bachiega, coordenaram a atividade prática. 
Os alunos participaram desde a formação dos canteiros, preparo da terra, utilização da compostagem e plantio das hortaliças utilizando o processo da Agrofloresta.
Todas as ações proporcionaram aos alunos vivências e sensibilização para a necessidade da conservação, manejo adequado de solo e o incentivo ao desenvolvimento de hortas orgânicas com uso de compostagem na escola.
“Foi uma semana de atividades intensas com o intuito de sensibilizar a comunidade para o uso adequado do solo. A conservação de uma bacia hidrográfica não é somente feita com plantio de árvores, mas com o trabalho conservacionista do solo que complementa as ações conservacionistas do meio ambiente”, avaliou o presidente do Daep, Edson Bilche Girotto.
“As atividades do Centro Ambiental são muito importantes para promover a conscientização da comunidade. Estão todos de parabéns”, concluiu o presidente.

Secom – PMP

« Voltar ao índice de notícias
Veja também: