Home   Notícias e Eventos

23/01/2020

Evite acidentes: Daep orienta sobre descarte de materiais cortantes

Evite acidentes: Daep orienta sobre descarte de materiais cortantes

Cuidados simples na hora do descarte de materiais cortantes ajudam a preservar a saúde dos coletores

O município de Penápolis produz cerca de 40 toneladas de resíduos domésticos diariamente, e o descarte inadequado de vidros tem ocasionado acidentes de trabalho com os funcionários que realizam a coleta. Os acidentes ocorrem especialmente pelo fato de que muitas pessoas não acondicionam corretamente os cacos de vidro. Para reforçar a necessidade de cuidado junto à população, milhares de panfletos serão distribuídos nas residências nos próximos dias.
De acordo com o chefe do Serviço de Resíduos Sólidos da Daep (Departamento de Água e Esgoto de Penápolis), Mauro Lúcio Salmente, há diversas ocorrências de acidentes que evidenciam a falta de cuidado de muitas pessoas com esse tipo de material. 
“O acidente mais recente ocorreu entre as festividades de Natal e Ano Novo. Neste sentido, fazemos mais um alerta para a população”, disse.
“Precisamos que todos cultivem essa consciência de que, ao descartar aleatoriamente os cacos de vidro, a saúde física dos trabalhadores da coleta fica ameaçada. Nós precisamos da colaboração da população”, destacou ele. “São necessárias mudanças de atitude neste sentido”.
Ainda sobre o assunto, o presidente do Daep, Edson Bilche Girotto, o Batata, enfatizou que assim como o vidro quebrado, metal e outros objetos cortantes descartados de forma errada nos sacos de lixo também acabam ferindo a equipe da coleta. 
“Além de expor os coletores a riscos de saúde, o próprio serviço de recolhimento do lixo é prejudicado com o afastamento do servidor, às vezes por várias semanas”, lembrou o presidente.

Para não expor os coletores de lixo a estes riscos, o Daep orienta sobre qual a melhor forma de acondicionar esses materiais cortantes:

* Coloque dentro de um recipiente resistente

Use recipientes como garrafas PET vazias ou caixas de leite tetrapak, que podem ser utilizados como forma de proteção. Caso não seja acessível, enrole os cacos em jornal. 

* Sinalize o recipiente

Escreva no recipiente destinado ao descarte que se trata de um material perfurocortante. Coloque em letras grandes e bem visíveis: cuidado, material cortante, ou cuidado, vidro quebrado.

* Descarte no lixo correto

Esteja atento sobre do que se trata o material a ser descartado. Em muitos casos, é possível colocá-lo no lixo reciclável, desde que sinalizado e separado dos demais. 

* Dicas Importantes: Outros materiais perfurocortantes, como latas abertas, devem ser descartados com a tampa da lata dobrada para dentro. Agulhas de uso doméstico (para aplicação de insulina), ou lâminas e espetos, podem ser armazenados em garrafas PET. No caso de agulhas, devem ser entregues nas unidades de saúde. Não pendure o saco com esses materiais em muros, grades ou árvores que possibilitem que animais possam mexer. Separe o lixo seco e doe para a Cooperativa de Recicladores de Penápolis (Corpe).

Secom – PMP

 

« Voltar ao índice de notícias
Veja também: