Home   Notícias e Eventos

23/07/2019

Santa Leonor: Desassoreamento de córrego é finalizado

Santa Leonor: Desassoreamento de córrego é finalizado

Segundo levantamento, os detritos que estavam acumulados no fundo do córrego passam dos 6 mil metros cúbicos

Depois de um intenso trabalho, que envolveu o esforço conjunto das equipes da Secretaria de Obras e da Secretaria de Agricultura da Prefeitura, Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis) e Consórcio Ribeirão Lajeado, foi concluído o trabalho de desassoreamento do córrego Santa Leonor, que corta o centro da cidade. 
O serviço havia sido dividido em duas etapas. Na primeira delas aconteceu a retirada de sedimentos do leito na lagoa entre a avenida Alayde Ferraz de Almeida e a rua José Ferreira Leite. Num segundo e último momento, foi a vez da lagoa delimitada entre a rua José Ferreira Leite e a rua Armando Silva. 
De acordo com levantamento, foram retirados 400 caminhões de sedimentos do fundo da calha do Santa Leonor, utilizando-se 20 caminhões. Pelos cálculos, os detritos que estavam acumulados passam dos 6 mil metros cúbicos.
O trabalho de desassoreamento foi necessário para garantir que o córrego funcione como um tipo de reservatório, onde em dias de chuvas mais intensas, as águas sejam contidas para evitar inundações no trecho, e especialmente, na região do Terminal Rodoviário. Com as obras efetuadas, foi possível ampliar a profundidade do leito.
O material retirado do leito do córrego será removido para local adequado, sendo que uma grande parte dele será aproveitada para nivelamento de terrenos próximos ao Parque Santa Leonor. O uso será em terrenos da própria Prefeitura e possivelmente também de particulares, após acordos com proprietários. 
As ações foram feitas com as devidas licenças ambientais da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo).

Caminhada
Ainda como parte do processo de revitalização do Parque Santa Leonor, a Prefeitura de Penápolis está também promovendo a construção da nova pista de caminhada, com assentamento de piso intertravado.
Pelo projeto, são 3.300 metros quadrados de piso novo, percorrendo todo o entorno das lagoas. O serviço de instalação vem sendo feita por uma empresa contratada via licitação pública. Trata-se da empresa Copel Engenharia Indústria e Comércio Ltda. 
Para a nova pista de caminhada está sendo feito um investimento de R$ 332 mil, através de convênio com o Ministério das Cidades, com contrapartida da Prefeitura. 
Os recursos foram obtidos através de emenda do deputado federal Paulinho da Força, com apoio do sindicalista Cristiano Alves.

Secom – PMP

 

« Voltar ao índice de notícias
Veja também: